INDEX SOBRE FOTOGRAFIAS PORTFÓLIO RECENTES CONTATO
 
linha_fundo.jpg (17548 bytes)

Instagram   Facebook    Flickr

Fotografar produtos requer um bom tempo de estudo do produto antes de dar o primeiro disparo. Entender como a luz se comporta em sua superfície, como as sombras podem ser trabalhadas e como se o obter a melhor textura do produto fotografado.

Muitas vezes uma sessão fotográfica de produtos dura cerca de 30 minutos, porém o tempo anterior a ela, pode ser de horas, apenas estudando o melhor posicionamento das luzes e o tipo de luz que será empregado.

Às vezes o produto é muito pequeno, o que me faz realizar um bom volume de testes, mas também o produto pode ser muito grande, o que num sentido contrário, me faz testar bastante também, pois o produto as vezes é muito detalhado e precisa que estes detalhes apareçam por completo e além disso, o mesmo caiba por completo na foto, como por exemplo equipamentos para fabricação de papel e celulose.

Este tipo de fotografia tem uma área que flerta com a moda, pois muitos produtos, como itens de vestuário, jóias, relógios e acessórios, por exemplo, precisam ser clicados também juntamente a um(a) modelo, o que me faz buscar as melhores expressões e posições, para que a fotografia saia o mais natural possível, sem dar a impressão de “foto posada”.

Há uma diversidade muito grande de esportes, onde tenho trabalhado mais com automobilismo, o que pode me colocar em provas de apenas 35 minutos de duração, mas também em provas que duram 24 horas, ou mesmo dias, como rally, por exemplo.

Mas, fotografar esporte não se resume apenas ao momento da prova, pois toda a fase de preparação prévia dela, deve também ser registrada. O trabalho de equipes, que neste caso vai do nutricionista ao chefe de equipe, requer atenção e as vezes, um olhar do atleta perdido no horizonte, rende a foto do dia.

Além disso, após o final da prova, há o pódio e todo o “evento” da comemoração, que é parte muito importante do serviço contratado e que deve ser prontamente registrado, pois até que a última gota do champanhe não saia da garrafa, a prova ainda não acabou.

Completa o serviço de fotografia esportiva, conhecer bem o local onde a prova ocorre, seja um jogo de vôlei de praia, seja uma corrida num autódromo - tem que haver um conhecimento prévio da duração da prova, para que se organize para cobrir diversos pontos do local, pois por exemplo clicar o carro passando no mesmo ponto volta em cima de volta, só me fará acumular clicks semelhantes, o que não é o propósito da cobertura que se deve fazer.

linha_fundo.jpg (17548 bytes)

Quando se fala em fotografia corporativa, logo vem a mente fotografar empresários, homens de gravata, mulheres bem vestidas, sentadas numa imponente mesa, numa belíssima sala de escritório. Também é, mas não apenas.

A fotografia corporativa envolve fotografar empresas e eventos empresariais, podendo ser pessoas, equipes, equipamentos ou atividades de uma empresa como um todo, o que muitas vezes me coloca dentro de uma linha de produção registrando colaboradores executando seus trabalhos ou o processo em si, mas também me faz estar muitas vezes num píer ou ancoradouro, fotografando embarcações; pontes e viadutos para mostrar sua estrutura; estações de trem e metrô, entre tantas outras aplicações, onde a intensão é demonstrar com imagens, o trabalho realizado por uma dada empresa.

Este tipo de fotografia tem uma zona de interseção muito grande com a fotografia de produtos, pois muitas vezes o trabalho se dá em cobrir uma feira que o cliente esteja participando, o que fatalmente me faz dedicar bons momentos fotografando os produtos expostos. Mas outras vezes me faz ir até uma estrada, mostra produtos da infraestrutura viária instalados, onde o foco será mostrar o produto em uso.

linha_fundo.jpg (17548 bytes)

As vezes, um dado estilo musical não me agrada, mas quando sou contratado para fotografar shows, danço exatamente conforme a música, o que faz com que eu rompa certas barreiras, pois se ao passo que não iria num determinado show por vontade própria, estando lá para fotografar, tenho que tirar o melhor dele, o que requer além da concentração, um rápido estudo da dinâmica do palco.

Por ser um tipo de fotografia onde não tenho nenhum controle sobre a iluminação e muitas vezes, mesmo sendo um pouco escuro, não posso fotografar com flashs, em muitas ocasiões tenho que parar e dedicar um tempo para estudar o padrão de trocas de iluminação, para poder apertar o botão de disparo no momento certo (as vezes dá para conversar com as equipes de som e iluminação antes do show começar, o que facilita em muito o trabalho, mas muitas vezes não).

Completa o trabalho de fotografar shows, ter um conhecimento prévio do set list do artista ou grupo, mas também saber quais são dentre aquelas músicas, as mais esperadas do show, pois com certeza serão estas as que trarão mais empolgação e energia ao momento, sendo as fotos mais aguardadas.

linha_fundo.jpg (17548 bytes)

Bem, em suma, este é basicamente o meu modus operandi quando sou contratado para realizar algum tipo de cobertura, onde logo após o primeiro contato do cliente, procuro saber bem do que se trata, de quem se trata e onde será executado o serviço - não cabe a mim gerar surpresas desagradáveis ao cliente, pois estudar o terreno onde se vai pisar, é uma das primeiras tarefas que me proponho a fazer - é exatamente neste ponto, onde coloco o marcador de inicio do trabalho.

Fotografar é de verdade uma paixão na minha vida, onde para cada um dos serviços acima descritos, tenho me dedicado ao aprimoramento da minha técnica, tenho me equipado para garantir condições ótimas de execução da tarefa e por fim, procuro colocar emoção e vida em minhas fotografias, para que ao serem vistas, transmitam o calor e a vibração do momento que foram registradas.

    
Rua Dr. José Pereira Gomes, 831, São Paulo - SP - CEP 08111-310

.:fotografia@marciodeluca.com.br